Produtos

Destinos em que o seguro viagem é obrigatório

Mapeamento da Confederação Nacional das Seguradoras (CNSeg) revela que a contratação de apólices para viagens teve um aumento superior a 230% em 2022.  Neste ano, a estimativa de crescimento para o setor como um todo gira em torno de 7% a 10%.

Os indicadores mostram como os brasileiros, gradualmente, vêm incorporando a cultura do seguro aos seus planos de férias. Mas o que alguns ainda desconhecem é a obrigatoriedade desse item para entrar em destinos dos mais variados continentes. Relacionamos aqui os países que mantêm essa exigência, fundamental para planejar uma viagem sem sobressaltos.

Espaço Schengen

Em 26 nações da Europa que integram o Espaço Schengen, o passageiro é obrigado por lei a apresentar um seguro com cobertura mínima de 30 mil euros. São eles a Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Países Baixos, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia e Suíça

Catar

Quem teve a chance de ver Messi, Mbappé e outros craques na Copa do Catar não tinha a obrigatoriedade do seguro. Mas o país alterou as regras em fevereiro deste ano. Agora, passou a ser necessária a apresentação de apólice emitida por uma das seguradoras reconhecidas pelo Ministério da Saúde local. O documento deve abranger proteção contra acidentes e emergências médicas

Cuba

Desde maio de 2010 o seguro viagem para Cuba é obrigatório e isso vale para qualquer viajante estrangeiro ou até mesmo cubanos residentes em outro país. A cobertura mínima exigida pelo governo de Cuba é de US$ 25 mil para despesas médicas por acidentes ou doença e US$ 7 mil para repatriação e no caso de evacuação

Uruguai

Para entrar no Uruguai, o governo do país exige que todos os estrangeiros entrem com cobertura ou seguro de saúde/ seguro médico, seja por ar, mar ou terra.

Vietnã

Para entrar no Vietnã o turista deve apresentar um comprovante de seguro médico/viagem válido que cubra o tratamento da Covid-19. A cobertura mínima é de US$ 10 mil.

A GTA disponibiliza opções de seguro para todos os destinos, inclusive com planos segmentados por região e coberturas adicionais contra a Covid-19. 

Não se esqueça de deixar seu comentário e registrar sua opinião e sugestão sobre qual outro tema gostaria de ver aqui no blog.

Acompanhe também nossas páginas no Facebook, Instagram e YouTube para ficar por dentro de mais conteúdos ligados ao turismo e seguro viagem.

Até o próximo blog post!

Nosso Negócio é cuidar de Pessoas

Post anterior
ETIAS: o que você precisa saber sobre a autorização para entrar na Europa
Próximo post
Como o seguro pode respaldar viagens com atividades esportivas?
IMPRENSA
OUTROS ARTIGOS