Dicas de Viagem

Perdeu a mala na viagem? Saiba quais são os primeiros passos

A foto aí de cima ilustra uma das situações mais angustiantes de qualquer viagem. E quando a espera da bagagem termina em decepção?

Imagine que o tempo e o dinheiro investido para levar a mala perfeita, cheia de pertences indispensáveis, presentes para entes queridos, simplesmente foi em vão. Sem contar o estresse para comprar novos itens.

Imprevistos sempre são passíveis de ocorrer. Por esse motivo, é necessário se precaver, principalmente em época de férias.

Relacionamos aqui algumas dicas essenciais, que os próprios agentes de viagem podem utilizar para orientar seus passageiros.

  • Parece bobagem, mas é importante ficar atento ao despachar a bagagem, checar se os dados estão corretos, se ela está indo para o destino exato
  • Não deixe etiqueta de voos antigos na sua mala para não confundir
  • Coloque uma tag de identificação, ou um cartão de visita com seu nome, telefone e e-mail, dentro e fora da mala. Pode ser útil caso alguém a encontre
  • Leve sempre itens primordiais, como uma muda de roupa limpa, remédios, agasalho, dinheiro e cartões em sua bolsa de mão. Estes objetos serão muito úteis caso a mala seja extraviada
  • Guarde comprovantes de despacho da bagagem até que a tenha em mãos
  • Tire foto da mala fechada e aberta, contendo os pertences. Isso também ajuda, caso precise localizá-la. Além disso, também será preciso passar informações como marca, cor, tamanho da mala etc.

Cerca de 65% dos viajantes ainda não contratam nenhum tipo de seguro viagem. Somente quando ocorre um imprevisto é que as pessoas percebem a importância do serviço. Está aí mais uma razão para seguir as recomendações abaixo.

  • Primeiramente, e dentro do aeroporto, o passageiro deve comunicar o fato à companhia aérea e preencher o Registro de Irregularidade de Bagagem (RIB), com o comprovante de despacho da mala. Em voos domésticos, é interessante também prestar queixa na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Faça esses registros o mais rápido possível
  • Em caso de furto, o viajante pode fazer um boletim de ocorrência em alguma delegacia, mencionando o número do voo e nome da empresa aérea
  • Guardar todos os comprovantes será útil para que o passageiro possa solicitar indenização, de acordo com o valor dos itens contidos na mala, além de gastos por conta do extravio da bagagem
  • Se a companhia aérea for estrangeira, serão válidas as regras do país de origem da mesma, para indenização do valor. Muitos países seguem a Convenção de Varsóvia, que estipula que a empresa indenize US$ 20 por quilo de bagagem extraviada

Em voos domésticos, a companhia aérea tem até 30 dias para localizar a mala. Para voos internacionais o prazo é de 20 dias. Caso a mala não seja encontrada, a companhia deve pagar uma indenização. Um prazo suficiente para começar ou terminar mal uma viagem. Por isso o seguro é indispensável. Com ele o viajante pode acionar a central de atendimento e solicitar orientação no caso de bagagens extraviadas e auxílio na localização.

Além desse apoio, o seguro da GTA oferece reembolso de gastos por demora da bagagem, seguro bagagem e reembolso de gastos por reparo de mala danificada.

Mas que tal evitar tantos perrengues? Neste vídeo oferecemos dicas preciosas.

Gostou do conteúdo? Comente aqui no post, compartilhe essas dicas e acompanhe as nossas páginas no Facebook, Instagram e YouTube. Nossos canais foram feitos para que você possa sanar dúvidas sobre assuntos ligados ao turismo e seguro viagem.

Mas que tal evitar tantos perrengues? Nosso coordenador nacional de vendas, Rogério Esteves, fez questão de gravar esse vídeo para dar indicações preciosas.

Até o próximo blog post!

Post anterior
O amor está no ar e em ritmo de retomada
Próximo post
Saiba quais são as exclusões do seguro viagem?
IMPRENSA
OUTROS ARTIGOS